Gravidez
Ferramentas

O obstetra Abner Lobão, da Unifesp (SP), tira as dúvidas mais comuns sobre o assunto e explica como prevenir o problema. Confira

Corrimento na gravidez é normal?

ABNER LOBÃO: Sim. O aparecimento de corrimento na gravidez é mais frequente que na vida “normal” da mulher porque o pH e a disponibilidade de "alimento" (glicídeos) para os microorganismos na região vaginal (predominantemente fungos como a Candida), são mais propícios, além de uma diminuição natural da resistência imunólogica a infecções, própria da gravidez.

Quando e com o que devo me preocupar?

A.L.: Todo desvio da normalidade deve preocupar, e deve ser discutido com o médico de confiança. Pior ainda se o corrimento for em grande quantidade, amarelado, esverdeado ou sanguinolento, e tiver odor desagradável.

Como prevenir o corrimento?

A.L.: Com bons hábitos de higiene, uso de roupas que permitem à região genital “respirar”: saias ou calças não apertadas, tecidos mais naturais, como o algodão, de preferência brancos ou tingidos com pigmentos hipoalergênicos, lingeries folgadas de algodão que permitem, a ventilação da região genital. Além disso, procure não usar produtos locais irritantes, como perfumes e sabonetes e fazer sexo seguro.

Como deve ser o tratamento?

A.L.: Depende da causa. O tipo mais comum de corrimento anormal na gravidez é a candidíase, causada por um fungo chamado Candida albicans (existem também alguns outros tipos de Candidias menos frequentes). Neste caso, além das medidas de prevenção, costuma se utilizar um medicamento tópico vaginal com um fungicida. Outros tipos de corrimento podem necessitar de tratamentos diferentes, tópicos e/ou orais. Em qualquer dos casos, é o obstetra quem vai indicar qual o melhor tratamento no seu caso e quando realizá-lo (pois alguns medicamentos devem ser evitados no primeiro trimestre).

Qual a diferença entre muco vaginal e corrimento?

A.L.: Muco vaginal é uma secreção natural na vagina, que vem do colo do útero. Às vezes, é difícil diferenciar uma coisa da outra. A dica é procurar o médico. Evidentemente, corrimentos em grande quantidade, amarelados, esverdeados ou sanguinolentos, com odor desagradável tendem a ser mais fáceis de diferenciar do “normal” e precisam ser relatados ao obstetra.

É impressão ou realmente tenho mais muco vaginal agora que estou grávida?

A.L.: Não é impressão, o muco realmente aumenta bastante durante a gestação. Esse muco, que tem aspecto leitoso e praticamente não tem cheiro, é causado pelo aumento do fluxo de sangue na área da vagina, mas não chega a ser muito diferente do tipo que você já tinha antes de engravidar só o volume que é bem maior. Por isso, escolha peças de roupa de algodão que permitem um maior conforto.

Como vou saber se o que está saindo não é líquido amniótico?

A.L.: Se você estiver no final da gravidez, além da diferença entre secreção vaginal e líquido amniótico, também existe a possibilidade ser o tampão mucoso, cuja saída pode ocorrer entre algumas semanas antes até poucos dias e horas antes do trabalho de parto. Neste caso, perceber a diferença é difícil até para o médico, que pode pedir exames para afastar uma a possibilidade de ruptura da bolsa.

Se não cuidar, o que pode acontecer?

A.L.: Se você não cuidar do corrimento, além dos sintomas desagradáveis, pode aumentar os riscos de infecção e provocar desde a ruptura prematura de membranas amnióticas que pode causar a saída do líquido amniótico e o trabalho de parto prematuro. Alguns microrganismos podem também infectar o bebê na hora do nascimento, seja por parto normal ou cesárea.

Artigos Relacionados

Entram em vigor novas regras para cesarianas nos planos de saúde Entram em vigor novas regras para cesarianas nos planos de saúde
Médicos terão que justificar necessidade da cirurgia, que não poderá mais ser marcada com antecedência Começaram a vigorar nesta segunda-feira...
Vitamina D na Gestação Aumenta Força Muscular dos Bebês Vitamina D na Gestação Aumenta Força Muscular dos Bebês
Pesquisa britânica indica que níveis altos da vitamina dos estágios finais da gravidez melhoram o desenvolvimento muscular da criança e podem...
Sexo: 6 Fatos Sobre a Falta de Desejo Sexo: 6 Fatos Sobre a Falta de Desejo
Fugir do sexo por muito tempo está ligado a uma disfunção que afeta a qualidade de vida da mulher e a relação do casal. Aprenda a reconhecer se a...
Infertilidade Masculina: Entenda Quais São as Principais Causas Infertilidade Masculina: Entenda Quais São as Principais Causas
Como fica a vida de um casal quando se descobre que um dos dois é infértil? E como enfrentar todo o tratamento que vem pela frente? Hoje, esse...