Filhos
Ferramentas

O LinkedIn entrevistou mais de 8 mil pessoas para descobrir quais eram suas profissões dos sonhos na infância e por que elas optaram por outras ocupações.

“O que você que ser quando crescer?" Se a resposta que você deu na sua infância é a profissão que exerce hoje, você faz parte dos 30% que trabalham com o que sonharam quando criança, de acordo com um estudo realizado pela rede profissional LinkedIn.

Na pesquisa chamada Dream Jobs (algo como profissões dos sonhos), a rede entrevistou mais de 8 mil profissionais cadastrados no site, de 17 países, para descobrir quais são as aspirações profissionais mais comuns na infância e o número de pessoas que acabaram, de fato, seguindo essas carreiras o que aconteceu com 1 em cada 3 usuários.

Entre os profissionais que optaram por outras ocupações, em primeiro lugar aparece como razão o interesse por outras áreas e profissões com o passar do tempo (43.5%). "O emprego dos sonhos de quando somos crianças são uma janela para nossas paixões e talentos", disse Nicole Williams, especialista em carreira do LinkedIn. "Identificar e compreender estas paixões são fundamentais para melhorar o nosso desempenho no emprego atual, mesmo que ele não esteja relacionado àquele sonhado quando criança."

Ainda de acordo com os resultados, a profissão mais desejada na infância pelos homens brasileiros é engenheiro civil (15%) e pelas mulheres, professora (15,6%).

Além disso, mais de 70% dos profissionais globais entrevistados disseram que a característica mais importante de um trabalho é "ter prazer no que faz". Em segundo lugar ficou "ajudar os outros", seguido por "um salário alto". E você, seguiu a carreira que sonhava quando criança?

Artigos Relacionados

10 Razões para NUNCA deixar seu filho beber refrigerante 10 Razões para NUNCA deixar seu filho beber refrigerante
Muitos de nós têm optado por escolhas mais saudáveis ​​para nós e nossa família. Certamente não é um processo fácil deixar maus hábitos...
Experiência coloca várias crianças de olhos vendados para saber se reconheceriam suas mães
O Dia das Mães passou e diversas campanhas surgiram abordando o tema. A marca de joias Pandora teve uma abordagem extremamente original e, claro,...
Bem-estar emocional na infância 'compra felicidade' Bem-estar emocional na infância 'compra felicidade'
Um estudo da London School of Economics (LSE) afirma que estabilidade emocional no lar tem mais influência na felicidade futura de crianças do que...
Dor de Barriga: 8 Tipos mais Comuns Dor de Barriga: 8 Tipos mais Comuns
Se você é mãe e nunca ouviu a frase do título, pode se sentir vivendo em uma realidade paralela. Um guia rápido para ajudar você a identificar...