Vida de Mulher

Linda, Saudável e Poderosa

 

Gravidez Semana a Semana


Grávida por 35 semanas
(contando do primeiro dia do último periodo menstrual)

Imagem 3D

Sua Gravidez: 35ª semana de gravidez

Agora que o dia P (dia do parto) está apontando na curva, talvez você comece a ficar um pouco nervosa só de pensar na dor que sentirá você-sabe-onde. Mas, ao invés de ficar pensando nos "ais" das dores, mantenha o foco no "ooooh!" de quando ver o lindo rostinho de seu bebê pela primeira vez. :-)

Seu corpo

Como disse Patrick Swayze em "Dança Comigo": " Ninguém coloca o bebê de lado!" Duplamente verdadeiro quando se trata do seu pequeno inquilino. Seu bebê tomou praticamente todo o seu torso agora. Ao longo dos últimos meses, ele tem esmagado e apertado todos os seus órgãos a fim de  ter espaço para se desenvolver. A qualquer momento, ele fará o último movimento e empurrará o seu coração para cima e para a esquerda para ganhar mais espaço para si próprio. (Viu? Ele já tem o seu coração nas mãos :-)

Antes de todas as coisas desta gravidez, seu útero era uma bolinha do tamanho do seu punho e estava bem guardadinho atrás da sua pélvis. Hoje, ele tem o tamanho de uma melancia e vai até as costelas.

Neste ponto da sua gravidez todo o sangue foi para a seu ventre ... literalmente. Cerca de 1/6 do volume de sangue total de sangue do seu corpo está circulando em torno dos vasos em seu útero. Eis a razão de você sentir-se zonza o tempo todo!

A partir desta semana, você visitará o seu obstetra semanalmente. Em cada visita você provavelmente implorará que lhe digam quando seu bebê chegará. Infelizmente, o palpite dele é tão bom quanto o seu. Mesmo que você esteja com dilatação, não se pode dizer exatamente quando o bebê fará a sua aparição (a menos que tenha uma Cesária programada, é claro.)

Seu bebê

Essa semana os toques finais estão sendo dados à sua mini-obra-prima, sendo que a maior parte do desenvolvimento do bebê é dedicada a ganhar peso. Embora os movimentos do bebê podem se tornar menos regulares, ele pode dar sua última cambalhota logo, para se colocar na posição de nascimento, ou seja, de cabeça para baixo.

Outros fatos interessantes:

Seu pequeno "Karatê Kid" ou sua "Menina Super-Poderosa" (Quem sabe os dois!) talvez não consiga mais dar os soquinhos e chutinhos que estava costumado a lhe dar devido ao espaço limitado dentro do útero nestes dias. Provavelmente você sentirá mais mexe-mexe, estica e puxa e manobras do que soquinhos e chutinhos. Com o ganho de peso de seu bebê, ele está ganhando uma camada extra de gordura, que criará aquelas covinhas fofinhas nos cotovelos e joelhos. O fígado dele já começou a processar seus resíduos, para que você saiba a que órgão agradecer quando ele tiver sua primeira explosão até as costas do macacãozinho dele. Dizem por aí que o totozinho do bebê da gente não tem cheiro desagradável. Não caia nessa, em poucos dias você descobrirá que isso não é verdade :-)

As unhas do seu bebê estão crescendo tanto que podem se enrolar acima das pontas dos dedinhos das mãos e pés dele antes de verem um cortador de unhas. Tão logo venha ao mundo já precisará de uma manicure-pedicure! Chique não?

O seu bebê deve estar com aproximadamente 48 centímetros e 2,5kg.

Sua vida

Caso você esteja nem um pouquinho assustada com a dor que ocorre durante o parto, então, ou você é muito corajosa ou está em completa negação. Para aquelas que estão com medo, isso é completamente normal. Mantenha em mente que você não é a primeira mulher a dar à luz. Pode não parecer, mas as mulheres têm dado a luz há séculos (e olha, muitas delas sem anestesia). O melhor modo de controlar o medo do desconhecido é se educando sobre o processo do parto e pesquisar suas opções.

Conversar com outras mulheres que já tiveram essa experiência ajuda a acalmar os medos. Bastam apenas algumas semanas às mulheres com seus bebezinhos e nenhuma delas sequer lembará da dor que sentiram.

 

O que você está pensando...

"Será que posso levar meu lindo roupão com as pantufas combinando à maternidade?"

Faz bem comer...

Cálcio e mais cálcio. Dentro ou fora da gravidez, auxilia na coagulação sangüínea. Junto com o fósforo, ajuda a formar ossos e dentes, atenua a fadiga muscular, defende contra infecções e contribui para manter o equilíbrio de ferro no organismo. Sua deficiência na gestação acarreta cáries, cãibras e inchaços. Está no leite e derivados, nos peixes, trigo, avelãs, amêndoas, feijão branco, soja e ovo.

É bom saber...

Cante bastante para ele nesta fase e perceba após o nascimento que, enquanto você canta a mesma canção do período de gestação, ele vai demonstrando reconhecimento. Seu bebê vai adorar dormir ouvindo a mesma canção. 

Uma boa dica também é saber o momento certo de ir para a maternidade. Se você chegar muito cedo, irão mandá-la de volta para casa.

Planeje sua rota para a maternidade. Nós sabemos que você sabe como chegar lá, mas crie uma alternativa em caso de engarrafamentoe ou obras. A última coisa que você precisa no momento do parto é se preocupar se a sua rota para a maternidade está fechada ou não. Tenha caminhos alternativos.

Para sua tranquilidade, algumas maternidades oferecem cursos para gestantes, nos quais são explicados os benefícios do parto natural, quando se deve optar por cesárea, dicas sobre aleitamento materno e os cuidados iniciais com seu bebê (banho, troca de fralda, roupas adequadas). Verifique em sua cidade se existem tais cursos.  

Futuro papai

Acima de tudo, seja realista na hora de avaliar sua situação financeira. Ao mesmo tempo que este não é o momento mais adequado para satisfazer desejos antigos e comprar, por exemplo, aquele carro esportivo dos seus sonhos, seu bebê precisa muito mais de amor e de atenção do que de sua carteira. O equipamento básico necessário para satisfazer o bebê custa muito pouco. Seu filho não vai notar se o carrinho não for novo em folha ou de última geração, mas sentirá muita falta de seu amor e da sua presença. Essas questões delicadas sobre carreira e cuidados com a criança não precisam ser decididas durante os meses de gestação. Reserve tempo para se adaptar às mudanças que o aguardam e tudo aquilo que parece ser um obstáculo imenso assumirá proporções bem mais suaves.

Grávida por 35 semanas
(contando do primeiro dia do último periodo menstrual)

Assine o informativo

Informativo bi-semanal dos novos artigos do site
captcha