Vida de Mulher

Linda, Saudável e Poderosa

 

Gravidez Semana a Semana


Grávida por 19 semanas
(contando do primeiro dia do último periodo menstrual)

Imagem 3D

Sua Gravidez: 19ª semana de gravidez

Agora que você está quase com meio caminho andado, é hora de começar realmente o planejamento para a vida após o nascimento do bebê. Isso significa abrir espaço para o Junior. Divirta-se com o processo. Quem não ama fazer compras?. Você verá que tem gosto de mobília infantil para todos os tipos e bolso, portanto não se estresse. Proceda de acordo com as suas condições. Converse com seu marido e planeje bem como e quando vocês farão as comprinhas.

Seu corpo

Caso o seu peito esteja ardendo cada vez que você come, bebe algo ou se deita; então, provavelmente, você está lidando com um incômodo muito comum na gravidez: a azia. Felizmente, esta é uma doença que pode ser curada.

Na gestação, a mulher passa por um processo de retenção de líquido grande; por conta disso. a musculatura da junção esôfagogástrica passa a funcionar de forma inadequada. Esse estado, associado ao crescimento progressivo do útero, provoca um aumento da pressão sobre o estômago, sendo este empurrado para cima. Eis o motivo de muito refluxo e da queixa frequente de azia. Apesar de alguns antiácidos serem considerados seguros, é aconselhável consultar o médico antes de tomar qualquer medicamento.

Seu bebê

Esta semana seu bebê começa a ganhar volume do que é grosseiramente chamado de "gordura marrom" (tecido adiposo multilocular),  que irá mantê-lo adequadamente aquecido quando for despejado de sua confortável casa uterina.

Outros destaques desta semana:

  • Uma substância branca e pegajosa, conhecida como vernix caseoso, um revestimento branco leitoso, parecido com "requeijão cremoso", está sendo produzida ao redor do seu bebê, formando uma cobertura cremosa que protege a pele da contínua exposição ao líquido amniótico. Imagine como iria ficar a sua pele se você passasse nove meses dentro d'água. Sob o vernix, uma camada de pêlo muito suave e fino chamado laguno agora cobre o corpo do bebê, isso serve para conservar o calor;
  • Boa notícia: Os rins do seu bebê estão em pleno funcionamento e a produção de urina começará nesta semana. 
  • Má notícia: Isso significa que haverá muitas fraldas em seu futuro. Mas, por enquanto, você não precisa se preocupar, pois o xixi passa para o líquido amniótico (eca!);
  • Um ultrasom entre as semanas 18 e 22 é realizado para se fazer a checagem do segundo trimestre. Essa é uma verificação do tamanho e peso do bebê, bem como análise detalhada do coração, placenta e cordão umbilical. Seu neném está grande o suficiente para permitir uma observação detalhada de seu corpo. Como é um ultrasom "demorado" você poderá ter a oportunidade de vê-lo chutando, dando cambalhotas, chupando o dedinho ou se espreguiçando. Se possível, leve o pai para compartilhar desse momento tão bonito. Saiba também que a maioria dos consultórios oferece a oportunidade de gravar o ultrasom em DVD, assim, o resto da família também poderá ver quem é que está para juntar-se a eles;
  • Se vestá a caminho uma menina, a vagina, o útero e as trompas estão formados e em posição final. Se um menino, as genitálias devem estar bem claras para um reconhecimento. Em alguns casos, entretanto, é difícil ou impossível de visualizar o sexo do bebê devido à posição em que ele se encontra.;
  • A medida de seu bebê esta semana, da cabeça ao bumbum, deve variar entre 13 a 15cm. O peso do feto é agora de 220 gramas aproximadamente;

Curiosidade sobre a gordura marrom:

No ser humano, sabe-se que a gordura marrom tem importância significativa nos primeiros meses de vida, nos quais a quantidade deste tecido é abundante e responsável pela produção de calor, protegendo o recém-nato do frio excessivo. Presente em abundância nas áreas do pescoço, tecido perirenal e glândulas suprarrenais, reduz-se a quantidades mínimas no adulto.

Sua vida

Algumas academias, percebendo a demanda, têm projetos específicos para atender as gestantes. "O objetivo é melhorar a qualidade de vida durante a gestação, proporcionando atividade física agradável e segura, que respeita a individualidade e o processo gestacional. É o período de alterações metabólicas e hormonais, que modificam a resposta à atividade física das futuras mamães", afirma a professora Andréia Faria, da Academia Fórmula.

Segundo ela, existem alguns casos em que exercícios não são indicados, por exemplo, quando a gestante apresenta risco de parto pré-maturo, sangramento persistente entre o segundo e o terceiro trimestres, placenta prévia e pré-eclampsia. Atividade física só com a liberação do médico, portanto.

Treinamento com pesos está liberado. Uma gestante saudável, e que já praticava exercícios com pesos, pode prosseguir o treino, respeitando os limites do corpo. "É recomendável diminuir a carga para evitar risco de lesões e aumento desnecessário da frequência cardíaca. Outra dica importante trabalhar sempre a respiração e o movimento", ressalta Andréia.

Uma das alterações durante a gravidez é o aumento da frequência cardíaca. É importante respeitar a intensidade dos exercícios, que não devem ultrapassar 140/150 BPM (Batidas Por minuto). Percebeu que está exausta ou ofegante, diminua a intensidade da atividade. A atividade deve ser regular, de  três a cinco dias por semana, e a melhor delas é a hidroginástica: a água diminui o impacto, alivia o peso corporal, auxilia na circulação linfática (estimulando a linfa e o relaxamento da musculatura). Outras atividades indicadas são pilates, caminhada e musculação. Abaixo, há uma lista de alguns dos vários benefícios da atividade física:

  • Melhora a circulação sanguínea;
  • Reduz o inchaço (na água);
  • Promove o fortalecimento da musculatura abdominal;
  • Melhora a postura e equilíbrio postural;
  • Produz alívio do desconforto intestinal;
  • Gera a diminuição das dores lombares;
  • Fornece maior controle respiratório;
  • Leva ao controle do aumento do peso corporal;
  • Ajuda no aumento da resistência para as exigências físicas da gestação;
  • Melhora o condicionamento cardiorrespiratório e de resistência muscular;
  • Facilita a recuperação pós-parto.

O que você está pensando...

"Que nome darei ao meu bebê?"

Faz bem comer...

Espinafre, vegetais de folhas verdes em geral, fígado, levedo de cerveja, cenoura, gema de ovo, e outras fontes de ácido fólico nãopodem faltar à sua alimentação. Você deve continuar ingerindo esse ácido, ou vitamina B9, até o fim da gravidez. Sua carência pode causar anemia, anorexia, apatia, distúrbios digestivos, cansaço, dor de cabeça, problema de crescimento, insônia, dificuldade de memorização, aflição das pernas e fraqueza.

É bom saber...

A maioria dos desejos alimentares durante a gestação não é prejudicial e, normalmente, não leva a deficiências nutricionais. Aprecie os alimentos saborosos, mas certifique-se de comer o número de porções recomendado de cada grupo alimentar.

As aversões também são comuns. Se você não pode tolerar certos alimentos nutritivos, tente substituí-los por outros do mesmo grupo. Dessa forma, não lhe faltarão os nutrientes importantes.

Futuro papai

Você já é capaz de sentir os movimentos do bebê! Pode ficar pensando se será um bom pai e mostra-se preocupado, especialmente se não teve um bom exemplo paterno quando criança. Esse tipo de preocupação é muito comum entre os homens. Não se preocupe, pois há tempo para você aprender. Discuta sobre isso com sua mulher e os amigos que já tenham vivido a experiência. Se você teve uma educação muito severa e errada, não culpe os seus pais. Vá à luta e procure se reeducar. A semente que você vai colocar no mundo  tenderá a ser a sua imagem e seguir os seus exemplos.

A melhor dica para ser um bom pai é ler a Bíblia e falar de Deus para os filhos todos os dias. Leia Deuteronomio 11:18-28 . Mãos à obra, papai!


Grávida por 19 semanas
(contando do primeiro dia do último periodo menstrual)

Assine o informativo

Informativo bi-semanal dos novos artigos do site
captcha